Lições de Direito

Era uma vez dois irmãos. Certo Natal, ao abrirem seus presentes, um havia ganho uma bicicleta Schwinn, linda, de dez marchas, moderna e sofisticada. O outro, ao abrir a decorada caixa que recebera, deparou-se com um monte de fezes de cavalo. Disse então o pessimista:

– Viu? Ninguém gosta de mim. Mais cedo ou mais tarde, vou cair e quebrar a cabeca com essa bicicleta que corre tanto…

Entrementes, o otimista já saíra correndo para a rua, disparado, gritando:

– Cadê meu cavalinho? Cadê meu cavalinho que ganhei de Natal?

Desde que me conheço por gente procuro meu cavalinho.

Sou um otimista.

Não é fácil ser otimista (ia escrever “não é fácil sê-lo”, mas tem muito no correio ;-).

Quando olhamos para nossos governantes, o fácil é acreditar que vamos cair da bike e quebrar a cabeça. Mas, leciono para jovens em formação, de 15, 16 anos. E, quando não estão olhando para as telinhas de seus stupidphones, vejo muitas possibilidades de melhoras em seus olhos.

Leciono também para graduandos de Direito (a maioria no nono – penúltimo – período) da Faculdade Avantis, aqui em Balneário Camboriú, onde resido. Esses, sem faixa etária definida. Há os que estão na casa dos 20, dos 30, 40, 50, 60…

O que eu mais curto nessa turma é a diversidade. Tem quase de tudo: temos policiais, cabelereira, avós e avôs, mães e pais, solteiras e solteiros, noivas e noivos, casadas e casados, corretores, estagiários, diaristas, lojistas… (Não temos, entretanto, representantes da raça negra nem de opções sexuais ou religiosas menos costumeiras.) Enfim, um grupo deveras interessante.

Como parte de nosso conteúdo programático, procuramos nutrir suas habilidades e competências atinentes à oratória. Para esse fim, os acadêmicos fazem apresentações curtas, de 3 a 5 minutos, sobre temas que os empolgam.

Em nosso último encontro, tivemos apresentações magníficas. Ri, chorei, vibrei com meus alunos.

Chorei com a mãe que disse, e mostrou, em powerpoint!, que o aquilo que mais a empolga nesse mundo não são sapatos novos, e sim seu filhinho (fofo como um personagem de desenho animado da Disney).

Ri muito com o colega que disse ser especialista em fracasso. Creio que todos concordamos que sua apresentação, paradoxalmente, foi um indisputado sucesso.

Vibrei com a colega que era diarista e presa a um casamento fracassado, que superou tudo e está se formando advogada!

E, o mais importante – refletindo que muitos desses acadêmicos serão promotores, advogados, juízes, vereadores, deputados, senadores e até, quem sabe, presidente – renovei meu combalido otimismo.

Se tivermos mais pessoas do calibre e da fortidão moral desses meus alunos capitaneando nossas instituições, o Brasil não só superará a crise, como também ocupará a posição que todos sabemos deveria ocupar, a de um líder mundial.

Anúncios

2 comentários sobre “Lições de Direito

  1. Elogios de alguém tão qualificado, ao meu ver, valem mais sim. Evigoram, entusiasmam, fortalecem e motivam. E cá estou eu: mais forte, mais leve e em frente!

    Obrigado pelo carinho, Professor!

    • Yalli, exatamente o mesmo, quanto aos elogios, digo eu. E agradeço principalmente pela inspiração. Muito obrigado. Espero que nossos caminhos se cruzem muitas vezes, embora trilhemos estradas paralelas!

Obrigado por sua avaliação!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s