Espherozoa 22/100

 

I hate graffiti.

The holiday allowed me some time to finish the latest Espherozoa comic.

Nobody dies in this one! Yay!

Odeio pichação.

O feriado me permitiu terminar minha tira mais recente dos Esferozoa.

Ninguém morre! Eba!

Anúncios

Word!

Se pudesses voltar 10, 20 anos ao passado, o que farias diferente?

Eu teria investido mais em ferramentas e na minha formação.

Quando se aprende tudo sozinho, gasta-se muito tempo. Por exemplo, comecei a usar o Word há muitos anos (mais de 30) e só recentemente aprendi alguns recursos de edição e revisão que ele tem, ao começar a revisar traduções e livros.

Se tivesse feito um curso de Word quando comecei, teria economizado horas buscando funcionalidades, fazendo manualmente o que o Word faz automaticamente, etc.

Creio que apenas um exemplo basta: já recebeu um texto todo em maiúsculas e teve que redigitar tudo? Eu já. Muitas vezes, até que um abnegado colega catarina me disse: “Cortiano, tás tolo? Aperte shift F3.”
Gente! Olha só: ESTE TEXTO ESTÁ EM MAIÚSCULAS, seleciona o texto + shift F3 = este texto está em maiúsculas; e se der outro shift F3 = Este Texto Está Em Maiúsculas.

Outro dia estava editando legendas para o filme ‘Beneath the Planet of the Apes’, que ia ser relançado em Mobile TV format. As legendas todas entravam depois que o personagem começava a falar. Se eu já não tivesse sofrido a traumática experiência shiftf3, talvez começasse a diminuir o tempo de entrada de cada uma das 600 legendas manualmente. Instead, o que eu fiz foi ligar para minha mestra Nathalia:
– Nati, dá pra corrigir o tempo de entrada de todas as legendas de uma só vez no Subtitle Workshop?
– Dá sim, Corti. Vai no Edit / Timings / Set delay.
– Muito obrigado, Nati, you’re a lifesaver!

E esta, meus queridos colegas, é a lição de hoje: aprender a usar os instrumentos a nossa disposição. Isso não só economiza (MUITO) tempo como melhora a qualidade final do trabalho.

PS. Para quem quer otimizar o uso do Word, recomendo o artigo Keyboard Shortcuts for Windows and Word for Translators, de Spiros Doikas, www.translatorscafe.com/cafe/article27.htm
Neste inspirado e acessível artigo, o linguista advoga uma estratégia brilhante, a de esquecer o mouse! Não perca.

NB. Word! (or Word Up!) in slang, means, “right”, “correct” or “Well said!”.